admin-ajax glaucia colorida 2

A vertente industrial da jurada estreante, Glaucia Binda

15 de outubro de 2014

 

Glaucia Binda

 

A estreante entre os jurados do Salão Design é a administradora e designer Glaucia Binda, que traz consigo a experiência de 17 anos no mercado moveleiro e especificamente na empresa Impress Decor Brasil, onde ocupa o cargo de Gerente de Design e Produtos. Pós-graduada em Marketing, Design de Móveis e Design Emocional, também atua desde 2002 como palestrante em eventos nacionais e internacionais de design, onde fala sobre Macrotendências, Design de Superfície e Design Emocional.

Adepta ao fator inovação, Glaucia deverá conduzir suas avaliações pesando também os benefícios que cada projeto inscrito pode trazer a seus usuários. Para Glaucia, o design deve agir de forma transformadora na vida das pessoas, estabelecendo um relacionamento com elas. Mesmo sendo essa sua primeira participação como jurada, Glaucia acompanha o Salão Design desde as primeiras edições e percebe que o prêmio vem transformando o significado do design. “Antigamente a palavra design até assustava muitos empresários, mas hoje podemos perceber o quanto os profissionais participantes do concurso puderam trazer a inovação real, em produtos adequados ao mercado e ao consumidor final”, contextualiza.

Além disso, para a jurada, um produto que possui na sua concepção um bom trabalho de pesquisa e adequação de referências, pode trazer muito mais chances de acerto nos resultados por parte da indústria. “Essas são etapas importantes na criação de um produto de design e, nesse sentido, o Salão Design promoveu de fato a aproximação do profissional e da indústria, mostrando e premiando talentos”.

Glaucia considera que houve um grande amadurecimento da maneira de fazer design no país nos últimos anos. Para ela, o Brasil é cheio de outros países dentro dele, que afetam as preferências e o comportamento do consumidor. Apesar disso, o designer brasileiro aprendeu a ser mais adaptável às diferentes culturas e condições locais existentes. “Como dizia um dos nossos gênios do design, Sergio Rodrigues, o móvel não é só a figura, a peça não é só o material de que é composta, e sim alguma coisa que tem dentro dela. É o espírito da peça. É o espírito brasileiro. É o móvel brasileiro”.

 

Tags:,