haikuuu2

Haiku, a face estrangeira na campanha do Salão Design 2016

13 de outubro de 2015

No Japão, Haiku é poesia. Na América Latina, uma poética cadeira talhada pelas mãos de Ernesto Torriano e premiada no Salão Design. Além de um primoroso trabalho em madeira com escala artesanal e  acabamentos primorosos, o designer é um dos nomes que vêm levantando a bandeira do design portenho internacionalmente, por meio da participação em prêmios e mostras.

salao poster3

No Salão Design, ele já tem três troféus, o primeiro deles justamente pela cadeira Haiku, em 2013. Na campanha de 2016, a peça representa a participação de estrangeiros no prêmio, que em muito contribuiu para seu reconhecimento como impulso ao design autoral e honesto em toda a América Latina.

haikuuu

O trabalho de Torriano é pautado pelo máximo aproveitamento com mínimo uso de material, geralmente madeira. Suas criações misturam diferentes referências da América Latina, mas sempre explorando ao máximo os detalhes – principal característica de suas criações. “Na esperança de seguir nessa linha, busco estender a vida útil das minhas propostas, propondo uma relação emocional com o destinatário”.

Experiente no trabalho com madeira, formou-se em Design Industrial no ano de 2007 pela FAUDI, Universidade Nacional de Córdoba. Logo, começou a receber pedidos de desenvolvimento de produtos e participar de exposições. Atualmente, atua em um estúdio independente como designer, marceneiro e cria protótipos, além de ter sua própria linha de objetos de madeira com produção limitada. Memphis, Silday, Double G, Homeland Coração e Metalfor são algumas das marcas para as quais já criou.

Além de três prêmios Salão Design – pela biblioteca “Pisac /Nimbos” (2015), mesa auxiliar Quipu (2014) e cadeira Haiku (2013) –, Ernesto Torriano já levou duas edições do prêmio FEDEMA, uma edição do prêmio de design da FIMAR e um prêmio na Movelpar.

A participação estrangeira no Salão ganhou fôlego nos últimos 10 anos. Isso reflete o amadurecimento, principalmente dos países da América, para o design. Os países com maior participação certamente são Argentina, Colômbia, Cuba e Uruguai.

Tags:, ,