Júri pronto para a escolha dos vencedores do Salão Design

17 de março de 2011

O Salão Design, maior concurso de design de produtos da América Latina, já tem a comissão julgadora definida para a análise dos produtos inscritos na edição deste ano. Ela é composta pelo argentino Eduardo Naso, professor titular de Desenho Industrial na Faculdade de Belas Artes da Universidade Nacional de La Plata e da pós-graduação em Design de Mobiliário na Faculdade de Arquitetura, Design e Urbanismo da Universidade de Buenos Aires; pelo arquiteto e urbanista Leonardo Lattavo, mestre em Arquitetura na University College of London, do Rio de Janeiro; pela jornalista e crítica de design Maria Helena Estrada, editora da revista Arc Design, de São Paulo; pela gaúcha Marilene Bittencourt, editora de mobiliário, empresária e decoradora; e por Renata Rubim, designer de superfícies e consultora de cores, também de Porto Alegre.

Os jurados farão a análise de projetos nas categorias Acessórios Domésticos, Iluminação, Móveis Residenciais, Móveis Institucionais e na categoria temática chamada Design de Superfície Aplicado ao Mobiliário. Em cada uma, haverá um estudante, um profissional e uma empresa vencedores, entre os quais será dividida uma premiação de R$ 120 mil. Também serão entregues os prêmios Madeiras Alternativas, que incentiva o manejo sustentável de florestas nativas; Mérito Social, para os concorrentes que apresentarem projetos com a participação de entidades carentes, feitos em matérias-primas recicláveis ou naturais; e Professor Orientador, para os professores que contribuíram para as criações dos vencedores da modalidade estudante.

Nos dias 4 e 5 de abril, a comissão fará a seleção dos projetos vencedores da primeira etapa, em que serão analisados os arquivos enviados pelo site. Neste ano, pela primeira vez os descritivos foram enviados de forma eletrônica, medida sustentável adotada pela organização para evitar a utilização de papel. Os classificados nessa etapa deverão enviar modelos ou protótipos em escala natural, que serão objeto da avaliação final dos jurados.

Alguns dos critérios de seleção serão adequação ao público-alvo, conceito, forma e função, grau de inovação formal e tecnológica, qualidade e segurança, sustentabilidade e viabilidade de produção. Os finalistas participarão de uma exposição durante a Casa Brasil 2011, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves (RS), de 2 a 6 de agosto de 2011.

Considerado vitrine do design, o prêmio acontece anualmente junto aos dois grandes eventos realizados pelo Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sindmóveis), a Casa Brasil e a Movelsul. Desde sua criação, em 1988, já atingiu 20 países e totalizou mais de 8,3 mil projetos inscritos.

Saiba mais sobre os jurados:

Eduardo Naso – Buenos Aires – Argentina

Professor titular de Desenho Industrial na Faculdade de Belas Artes da Universidade Nacional de La Plata, Argentina. Professor titular da pós-graduação em Design de Mobiliário na Faculdade de Arquitetura, Design e Urbanismo da Universidade de Buenos Aires. Trabalhou nas empresas Buró SAIC e Cucina Bella e, desde 1992, atua como profissional independente, no projeto e produção de objetos, móveis, sistemas de equipamento e expositores para importantes firmas comerciais. Na última década, integrou júris em diversos concursos, e realizou conferências sobre design na Argentina, no Brasil, no Chile e no México.

 

 

Leonardo Lattavo – Rio de Janeiro

Arquiteto e Urbanista com mestrado em Arquitetura na University College of London. Tem diversos projetos de arquitetura e interiores realizados na Inglaterra, Itália, Espanha e Alemanha. Trabalhou na equipe de projeto de duas torres em Liverpool que foram eleitas pelo Royal Institute of the British Architects (Riba) um dos sete melhores projetos do Reino Unido em 2007. Também projetou diversas lojas para a grife italiana Gucci por toda a Europa. Entre os anos de 1997 e 2004 morou em Londres e deu uma volta ao mundo antes de regressar ao Brasil para fundar a Lattoog Design junto com Pedro Moog. Atua hoje nos campos de arquitetura, design e artes plásticas.

 

 

Maria Helena Estrada – São Paulo

Formada em jornalismo, é crítica de design e diretora editora da revista ARC DESIGN. Além de sua atividade como jornalista, realiza curadoria de diversas exposições de design. Tem organizado e também participado de seminários e mesas-redondas sobre as questões relativas ao design, a convite de diversas instituições e de associações de classe. É curadora da Casa Brasil.

 

 

 

 

 

Marilene Bittencourt – Porto Alegre

Editora de Mobiliário, Empresária, Decoradora, com atualização frequente em cursos de arte, design e marketing. Há 20 anos a empresária iniciou suas atividades como decoradora e marchand. É sócia diretora da  Habitart Móveis e Objetos de Design Ltda, empresa especializada no desenvolvimento de Mobiliário Original Brasileiro. Trabalhando diretamente no desenvolvimento de móveis especiais, assinados e diferenciados, lançando novos e criativos designers no mercado, unindo-os a empresas fabricantes, sempre criando um conceito original e exclusivo para cada cliente, traduzindo assim sua criatividade com fidelidade aos princípios ecológicos.

 

 

 

Renata Rubim – Porto Alegre

Renata Rubim é designer de superfícies e consultora de cores. Colabora com a difusão do design em projetos industriais e educativos. Em palestras e workshops pelo Brasil e América Latina compartilha conhecimento adquirido ao freqüentar a Rhode Island School of Design, Providence, USA, com bolsa Fulbright. Escreveu “Desenhando a Superfície”, Ed. Rosari, SP, primeiro no Brasil sobre o tema. Seu escritório (www.renatarubim.com.br) atende a clientes de diferentes segmentos. Recebeu os prêmios Bornancini 2008  e Idea/Brasil 2009, com parcerias. Participou da Bienal Brasileira de Design 2010 e da Cowparade Porto Alegre.