Por um design democrático

27 de agosto de 2012

Hoje abrimos espaço para a palavra do Diretor do Salão Design Casa Brasil 2013, Cristiano Gallina. Designer renomado, é diretor da empresa Design Com Desenho, de Bento Gonçalves, e recebeu importantes prêmios de design nacionais e internacionais. Gallina e seu sócio, Everton Visentini, receberam duas vezes, em 2006 e em 2011, outra grande premiação do setor: o iF Product Design Award.

Confira as expectativas de Gallina para a edição 2013 do Salão Design e prepare-se para o que vem por aí.

- Podes fazer uma avaliação da última edição do Prêmio Salão Design?

Cristiano Gallina – A última edição do Salão Design, que aconteceu na Movelsul Brasil 2012, foi extremamente positiva. O olhar das empresas está se voltando à necessidade do design em função do consumidor do Novo Brasil. Começa-se a pensar que conciliar design e baixo custo é possível e desafiador. Eu, particularmente, defendo que design não deve ser privilégio de poucos e sim que o design deve ser democrático (para todos).

- Quais as tuas expectativas para a próxima edição do Prêmio?

Cristiano Gallina – A próxima edição do Salão Design acontecerá na Casa Brasil 2013 e na Casa Brasil o Salão Design tem outro foco: o móvel contemporâneo e inovador. Prima por produtos originais. As expectativas também são as melhores. O Prêmio, como um todo, passou por melhorias para que fique de acordo com o que o maior e mais conhecido prêmio de design da América Latina merece.

- Fale um pouco sobre outros concursos de design e como o Salão Design se insere neste contexto.

Cristiano Gallina – Há vários concursos de design no Brasil e no mundo inteiro. O Salão Design se insere no contexto como o maior prêmio de design da América Latina e que contribui, sem sombra de dúvidas, para o enriquecimento cultural e material do nosso país, mostrando a força que o design possui para contribuir com a construção de uma economia criativa e alavancando o crescimento sólido do setor moveleiro.

- Qual a importância de uma premiação como o Salão Design para o polo moveleiro de Bento?  E para os profissionais de design?

Cristiano Gallina – Para a indústria, o design pode ser utilizado para melhorar a competitividade. Além de uma “ferramenta” tática e operacional, o design pode ser levado ao nível estratégico. O Salão Design mostra que é possível fazer design em qualquer tipo de indústria, do móvel popular e de baixo custo ao móvel de alto padrão. Para os profissionais, é o reconhecimento do trabalho realizado, a valorização do profissional e do resultado que se obtém através da união entre design e indústria.