dimitrih capa

Premiados 2015: Dimitrih, discípulo de mestres marceneiros

24 de junho de 2015

O estudante da Universidade Federal do Rio de Janeiro Dimitrih Correa tem no sangue a inspiração para o manuseio da madeira. Seu estilo de trabalho se aproxima da marcenaria, algo que aprendeu com o pai jornalista que, nas horas vagas, alivia a tensão criando pequenos móveis e artefatos. Quando criança, Dimitrih já observava o pai peregrinando em busca de madeira de demolição, principalmente o pinho de riga, e se imaginava um inventor de coisas para o cotidiano.

3985

Dimitrih pensou em ser médico, advogado e arquiteto, mas a escolha pelo design foi inevitável e ele começou o curso de Desenho Industrial em 2012. Há um ano e meio, é estagiário da Oficina Ethos, dos designers também premiados no Salão, Rodrigo Calixto e Guilherme Sass. O estudante conta que vem compartilhando com eles o prazer de criar e construir. “Durante o expediente, observo todos os detalhes do trabalho e pego as dicas com os mestres. Ao término dele, aproveito para colocar em prática meus projetos, como o banco Fragata”, conta.

De fato, toda a sua carga criativa pode ser vista no banco Fragata, premiado no Salão Design 2015 na modalidade Estudante, categoria Móveis para Sala de Estar e Jantar – elogiado pela comissão julgadora pela engenhosidade aplicada ao sistema de regulagem do apoio de pés. Sua linha de trabalho pende para um design responsável social e ambientalmente. A funcionalidade também é essencial. “Além disso, prezo para que o produto tenha um diferencial. Por que criar uma cadeira nova? Já existem milhares. Se ela não tiver um algo a mais, ela será só mais uma sardinha no oceano. Por isso acredito que a pesquisa seja um ponto chave no processo, é primordial saber o que já existe”, pontua.

Foi assim que Dimitrih chegou ao seu banco Fragata. Primeiro, ele percebeu que os bancos no mercado não possuíam regulagem para o apoio de pé. Segundo ele, isso surpreendeu porque, nas aulas de ergonomia, aprende-se que a altura e o tempo que se permanece sentado pode ocasionar dores nas coxas e pernas. “Desenhei umas mil possibilidades, até, que olhando uns navios, o sistema de cordas me deu um estalo, de modo que a regulagem ficou do jeito que é hoje. Por acaso, foi inspirado num navio fragata, que tem um pássaro com o mesmo nome. Sendo assim trabalhei pra deixar a lateral do banco parecida com a ave de asas abertas”, explica.

 

 

Produto premiados no Salão Design 2015

 

Categoria: Móveis para Sala de Estar e Jantar 

Premiado: Banco Fragata

fragata composta

O banco alto de bar Fragata traz um sistema simples e independente de regulagem da altura do apoio para os pés, inspirado nas cordas das embarcações. O sistema per­mite regular três alturas. A geometria do objeto com linhas oblíquas remete aos navios fragata, assim como a vis­ta lateral do banco, inspirada no perfil da ave de mesmo nome.

Tags:,