3152

Premiados 2015: marcenaria de alta perícia

9 de julho de 2015

O ebanista Ricardo Graham Ferreira leva dois prêmios do Salão Design 2015 com seu banco Sela: melhor produto de profissional na categoria Móveis para Cozinha, Área de Serviço e Banheiro e também o prêmio Madeiras Alternativas, pelo uso de peroba e roxinho no projeto.

3152Carioca, o designer e artesão especializado na produção de peças feitas em madeira aprendeu seu ofício na Europa. Viveu por três anos na Itália, praticando a marcenaria com mestres artesãos de Meda, localizada ao norte de Milão. Também se especializou na École Supérieured’Ébénisterie d’Avignon, no sul da França, onde obteve o título superior em ebanisteria – a especialização da carpintaria orientada à construção de móveis.

A sua oficina “oEbanista”, criada em 2006, encontra-se em Nova Friburgo, na serra Rio de Janeiro. Lá, Graham desenha e produz peças autorais feitas em madeiras maciças tropicais, com ênfase no trabalho manual e explorando em linhas contemporâneas as técnicas de encaixes da marcenaria tradicional. Seu trabalho vem figurando em exposições no Brasil e na Itália, em prêmios brasileiros e revistas nacionais e internacionais.

O trabalho de Ricardo Graham divide-se em duas linhas: prêt-à- porter, que são as peças produzidas em séries artesanais, e su misura, que reúne as produções de peças únicas, feitas especialmente sob encomenda. No Salão Design, Graham foi finalista em 2013 com o banquinho Pirralhos e banco Trovador. Em 2014, também foi finalista com o banco Aragonez do Cerrado. O banco Sela, duplamente premiado nesse ano, foi selecionado para fazer parte do acervo permanente do Museu A Casa, de São Paulo.

 

Produto premiado no Salão Design 2015

 

Categoria: Móveis para Cozinha, Área de Serviço e Banheiro

Premiado: Banco Sela

Também contemplado com o prêmio Madeiras Alternativas. Madeiras identificadas: Peltogyne SP (roxinho) e Aspidosperma SP (peroba)

3152 - BANCO SELA

Banco individual de três pés originalmente desenhado para ser usado em situações onde é necessário sentar-se e levantar-se com frequência. As peças, todas numeradas, são feitas em variadas madeiras maciças tropicais e trabalhadas com ferramentas manuais e elétricas. O assento é inteiramente modelado à mão livre.

Tags:, , ,