6136

Sete finalistas com projetos de iluminação

27 de dezembro de 2017

Projetos de iluminação são cada vez mais concebidos numa harmonia entre forma estética, economia e eficácia. A qualidade e direcionamento da luz fazem toda a diferença num projeto de ambiente e prova disso é a quantidade de projetos de iluminação inscritos no Prêmio Salão Design. Conforto visual é uma premissa, mas o design pode ir muito além, como mostram esse sete projetos que concorrem ao prêmio nesse ano.

Com patrocínio de Berneck e Interprint, o Prêmio Salão Design é a maior premiação de design de produto da América Latina e, em 2018, comemora 30 anos de realização pelo Sindmóveis Bento Gonçalves. Nesse ano, haverá mais premiações em dinheiro. Cada modalidade (Estudante, Profissional e Indústria/Varejo) terá primeiro, segundo e terceiro lugares, premiados com R$ 12 mil, R$ 8 mil e R$ 6 mil, respectivamente. Serão concedidos, ainda, três superprêmios para os melhores produtos da edição, independente de sua modalidade: R$ 20 mil, R$ 15 mil e R$ 12 mil.

A etapa final de julgamento será ainda em janeiro e a escolha dos premiados fica sob a responsabilidade da comissão julgadora formada por cinco designers: Brunno Jahara, Bruno Faucz, Letícia Grisa, Nicole Tomazi e pelo alemão Salvatore Figliuzzi.

 cocoon dois

Projeto: Cocoon

A metodologia da indústria 4.0 motivou a criação desse produto. Trata-se de uma luminária de mesa feita de biopolímero e acionamento por carinho. Para ligar ou apagar, não há a necessidade de procurar o interruptor no cabo de força, o que torna intuitivo o processo. Não há desperdício de material, pois a impressão 3D não deixa resíduos. O material é feito de amido de milho, o que o torna biodegradável, e a produção é feita sob demanda. Seu processo único de produção permite um desenho interno entre as duas paredes, formando uma colmeia vista por cima. Quando apagada, aparenta ser uma escultura semelhante a um casulo do bicho da seda.

 5900

Projeto: Hermit Lamp

A intenção foi criar uma luminária que tivesse a interação com o indivíduo em diferentes espaços e situações. Tem design minimalista e lúdico, podendo ser seja carregado como lanterna pelos ambientes e usado como abajur, tanto apoiado em mesa quanto como em piso, enquanto que a alça permite que seja pendurado no teto ou parede. A simplicidade do desenho se une às técnicas tradicionais e artesanais da marcenaria como o curvamento da madeira e torneamento.

 5950

Projeto: Mutan

Luminárias feitas com plástico reciclado com tecnologia própria. O material é derretido, tomando nova forma, o suficiente para deixar áreas abertas e uma esfera fechada. É o próprio material que determina organicamente as áreas de luz e sombra. A peça propõe uma nova maneira de usar o plástico (pós-consumo neste caso), revelando seu caráter orgânico. É plástico como um personagem.

Luminária Costureira montagem 01

Projeto: Luminária Costureira

Luminária de teto ou pendente. Sua principal função é iluminar diretamente ou indiretamente ambientes a partir do tubo luminoso que pode ser direcionado de acordo com a necessidade do usuário. A luminária é feita de maneira artesanal, utilizando técnicas da marcenaria tradicional. Principalmente o uso do torno para madeira, que cria a principal peça que compõe a luminária. O contrapeso externo em latão funciona como um balizador ajustável, que mantém a luminária em equilíbrio perfeito. A iluminação é feita a partir do Led rígido, instalado dentro do tubo luminoso por uma canaleta fixa.

 6136

Projeto: Luminária F.ly

É um projeto que transforma o padrão de ramificação de uma folha numa luminária que remete a um origami não simétrico. Estas luminárias vêm planas e abrem quando utilizadas, facilitando o transporte e armazenamento. São feitas de papel especial, que tem o ph neutro e não ácido. Isso faz com que ele seja mais durável e não amarele tanto quanto um papel de arroz. Podem ser pintadas com pigmentos vegetais como o urucum, açafrão, índigo, etc.

2XL - S_C824-G_hoop_2

Projeto: Hoop Lamp

Luminária de mesa, em estilo contemporâneo, com formas que se referem a objetos lúdicos de dimensão compacta. Essa coleção se sobressai pelas proporções harmoniosas e presta homenagem a Angelo Mangiarotti, ao reinterpretar a mesa Eros, concebida pelo mestre italiano nos anos 1970. É um objeto pensado como Take Away, capaz de assegurar uma alta qualidade de iluminação, graças a um sistema moderno de leds. Produzido em metal na versão XL e ABS na verão pequena, é proposto em diversas cores e acabamentos.

 euroluce 2017

Projeto: Amarcord

A coleção de luminárias Amarcord tem como elemento chave a cúpula totalmente transparente, que, através de um tratamento especial, permite que quando acendida se transforme em um corpo de iluminação pleno, similar ao vidro jateado, difundindo a iluminação por toda a forma da cúpula. Esse efeito de transformação dá a impressão de ser algo utópico que se acende como mágica. A fonte luminosa em si é feita por LEDs escondidos que criam outro elemento de curiosidade quanto ao funcionamento.

Tags:, , , , , , , ,