alma blog

Talheres com design: uma parceria luso-brasileira sustentável

1 de março de 2018

Foi numa brincadeira que o arquiteto português José Manuel Carvalho Araújo começou a desenhar os talheres O2, um dos vencedores do Prêmio Salão Design 2018 na modalidade Indústria. De traço em traço, o projeto acaba por reforçar a verdadeira função do design: resolver e facilitar as tarefas das pessoas. A premissa era atender as pessoas que não comem com hashis. O resultado foi um conjunto icônico presente até no enxoval do restaurantes Julles Verne, na Torre Eiffel.

Para chegar a esse resultado em talheres, Araújo foi a fundo em reflexões mais ou menos teóricas e oportunas sobre o resultado e momento. Sendo a globalização uma realidade incontornável, esse exercício projetual simboliza essa realidade. Produzidos e comercializados com exclusividade pela empresa luso-brasileira Alma, Design D’Auteur, com sedes em Curitiba e na cidade portuguesa de Porto, os talheres convergem as culturas ocidental e oriental e simbolizam a enorme versatilidade na carreira de Araújo.

José Manuel Carvalho Araújo assina algumas das obras mais notáveis no panorama da arquitetura portuguesa, numa trajetória marcada pela elegância e atitude de contenção formal. Suas criações valorizam a qualidade do desenho, das proporções e dos materiais.  O seu gosto pela arquitetura combinada ao design começou na fábrica do pai pai. Desde então, ambas habilidades permeam sua carreira.

Além do conceito único, os talheres O2 tem uma característica de impecável execução. São produzidos inteiramente em aço inox 316L, sem soldas. Cada peça acompanha um certificado de autenticidade e tem um forte apelo sustentável pela escolha dos materiais e processos. Com peso por par de 42 gramas, os talheres maciços em aço inox 316L estão dentro das normas do Ministério da Saúde do Brasil e outros países, e a sua construção acompanha as lógicas de reserva e preservação ambiental.

Assim como o Prêmio Salão Design, a Alma Design d´Auteur cuida do futuro do planeta Terra definindo prioridades em consciência voltadas à sustentabilidade. O trabalho da empresa busca sensibilizar, mobilizar e valorizar as pessoas e as comunidades para a inclusão social, desenvolvimento econômico e respeito pelo meio ambiente. “Hoje a luta dos países orientais para reduzir a produção de hashis de madeira é enorme. Além da poluição que causam, estima-se que 20 milhões de árvores adultas são cortadas para produção de hashis de madeira só para o mercado chinês”, salienta Vitor Carvalho, da Alma Design.

Assim como uma editora com seus escritores, a Alma Design trabalha para levar ao mercado a arte de seus autores. Eles acreditam na importância do design e no poder que ele tem para criar bem-estar, conforto e pequenos, mas, constantes, momentos de satisfação. Os nossos produtos são para todos aqueles que apreciam a arte da criação. Amamos peças que são feitas com cuidado, inteligência e beleza. Acreditamos no valor das experiências!”, conclui Vitor carvalho.

Tags:, , , , ,