de de

2º Etapa, Notícias, Premiados,

Joias, moda, comunicação visual… A área de design é bastante ampla, reunindo profissionais com aptidões em diversos segmentos. Mas o que atrairia um jovem ainda na universidade para o design de mobiliário? O Prêmio Salão Design conta com a categoria estudante para provocar o fluxo criativo de quem ainda está construindo sua trajetória. Um desses cases é Bárbara da Silva Pinto, que em 2020 recebeu menção honrosa (categoria estudante) no Desafio da Tecnologia Embutida por seu Cabideiro Tripé.

“O design de mobiliário sempre me chamou a atenção, pois acho muito interessante passar pelo processo de criação deste tipo de projeto – desde o conceito inicial até a prototipagem – e, ao final, poder ter um resultado físico que pode ser utilizado”, explica a jovem. Ela acredita, ainda, que uma das maiores gratificações do designer é poder ver um produto cumprindo um propósito e impactar o cotidiano das pessoas ao redor.

Para o Cabideiro Tripé, Bárbara optou pelo uso de tecnologia 3D. “Utilizei impressão 3D porque acredito ser uma tecnologia que está se popularizando e possui grande potencial para o futuro do design, já que viabiliza prototipagem rápida e criação de novas texturas, aplicações e processos de fabricação de produtos”, destaca.

Para nós do Prêmio Salão Design, é uma honra ter a participação de estudantes, pois assim difundimos o amor pelo mobiliário entre todas as gerações!


Avatar
Por:

Imprensa Sindmóveis

Compartilhar:

Recomendados: