todos - ivens destacado

Jurados 2015: Ivens Fontoura, figura emblemática

27 de outubro de 2014

ivensBAIXARES

 

 

 

 

 

 

 

 

Nesses 26 anos de Salão Design, o designer, crítico e museógrafo Ivens Fontoura tornou-se figura emblemática entre os jurados. Ele é o profissional com mais participações na comissão julgadora: 11 em um total de 19 edições realizadas. Como professor universitário, criou e coordenou o primeiro curso de pós-graduação em Design de Móveis do Brasil (UNOPAR, Londrina-PR). Presidiu a Associação Nacional de Designers e a Associação Latino-americana de Design. Escreve sobre o tema em veículos de imprensa de todo o país, leciona Teoria do Design e preside a ABCD – Associação Brasileira de Críticos de Design.
Toda essa bagagem não significa, entretanto, que ele seja um jurado sisudo, inflexível. Ao contrário, com o bom humor característico de sua personalidade, Ivens tem critérios de avaliação que se se conectam aos aspectos estabelecidos pelo regulamento. Para ele, é importante observar as relações do objeto com o contexto da época, o impacto ambiental de sua produção, o potencial mercadológico, a viabilidade industrial e, obviamente, sua configuração. “Todo objeto é uma conjugação entre sujeito e predicado, extensão humana e perfeito mediador social, capaz de afastar ou de aproximar pessoas”, define.
Em um balanço da evolução dos concorrentes ao Salão Design nesses anos, Ivens considera que, por um lado, ampliou-se a preocupação com a inserção no contexto atual – tentativa de acompanhar a evolução tecnológica da sociedade industrial e pós-industrial. Por outro, houve um relativo abandono do passado para uma afirmação das soluções já encontradas e, portanto, economizando energia pessoal e tempo. “Falta mais atenção, curiosidade e ousadia no sentido de tentar participar da vanguarda mundial ao criar novos paradigmas. No final, isso acaba ficando na mão de países mais conectados, mais inquietos e mais ricos”.
Ivens considera a aproximação entre design e indústria como um belo e bom sonho, mas que só acontece por meio de dois fatores: ou pela ousadia e sorte do profissional, ou pelo olhar atento de poucos industriais na direção contrária. “Lamentavelmente, isso nem sempre acontece. Mas, quando ocorrem simultaneamente, tem-se enorme probabilidade de sucesso”, conjectura.

Tags:,